link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Impallari+Type' rel='stylesheet' type='text/css'/> EaD em evidência: Novembro 2011

Videos para reflexão

AQUI O CÓDIGO DO VÍDEO 3

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Conselho de Classe e Série: Espaço e tempo de avaliação e tomada de decisão.








Olá, pessoal!




O final de ano letivo chega e com ele a preocupação com as decisões sobre a avaliação dos alunos tendo em vista o processo de promoção e continuidade de estudos.
A avaliação, enquanto processo referencial, interativo e formativo, deve ser compreendida como uma ação capaz de fornecer informações precisas e qualitativas sobre os processos de aprendizagem, visando produzir tomadas de decisões que se traduzam em ações conjuntas para a melhoria da aprendizagem e do desenvolvimento das potencialidades do aluno.
O Conselho de Classe, Série e Termo, que ocorre ao final de cada bimestre ou trimestre, tem como objetivo realizar a análise do processo ensino-aprendizagem, levantando hipóteses sobre a situação individual e coletiva do desempenho dos alunos. Deve ser visto como um meio, uma ferramenta, um indicador das dificuldades e avanços dos alunos, bem como um instrumento para avaliar a eficácia e eficiência dos planos de ensino e do trabalho docente.
Neste sentido, a participação de todos os docentes no referido Conselho é fundamental para que se possam realizar as intervenções necessárias e imediatas, oferecendo-se todas as possibilidades para que a aprendizagem ocorra, tendo em vista o sucesso do aluno.
A participação da equipe docente, liderada pelos gestores da escola, não tem apenas caráter legal uma vez que possibilita ao desenvolvimento de responsabilidades para com o processo, pois favorece:
- a postura do educador frente ao processo ensino-aprendizagem;
- a coerência entre prática pedagógica e a proposta da escola ;
- aproximação e melhor relacionamento entre professor e aluno ;
- a coerência entre critérios de avaliação adotados pelos diferentes professores;
- as intervenções necessárias nos aspectos relacionados à recuperação contínua, reforço ou atividades diversificadas visando a superação das dificuldades de aprendizagem.
- levantamento de grupos de alunos, para encaminhamentos ao reforço e atendimento especial do professor na recuperação contínua ou recuperação paralela;
- acompanhamento de todo o processo ensino-aprendizagem pela coordenação pedagógica para atuação imediata, orientando o professor sobre sua didática, metodologia e critérios de avaliação.
Após o Conselho, os dados coletados devem ser traduzidos em representações gráficas, relatórios de acompanhamento, tendo em vista o planejamento da etapa ou ano letivo seguinte, de forma a permitir uma visão geral dos resultados, para redirecionamento da ação e intervenção pedagógica.
Esse procedimento de análise permite que a equipe escolar se auto-avalie, elabore propostas alternativas e priorize ações, para que todos tenham oportunidade de aprender, garantindo o direito do aluno a um ensino de qualidade e o cumprimento da Proposta Pedagógica.

"A ética só é eficaz quando criamos condições para que as identidades se construam pelo desenvolvimento da sensibilidade e pelo reconhecimento do direito à igualdade." (Parecer CEB l5/98. Mello).


Postado por Michel Assali